15 de Abril – O Rap do Pequeno Príncipe

abril 13, 2010

Na quinta-feira dia 15 de Abril.

Entrada gratuita!

Na sede da Embaixada Copa Lord, na Rua General Vieira da Rosa, 141, Monte Serrat, Centro.

A partir das 18h30min.

A história real de dois jovens: Helinho, justiceiro, 21 anos, conhecido como O Pequeno Príncipe e acusado de matar 65 bandidos no município de Camaragide (PE); e Garninzé, músico, 26 anos, integrante da banda de rap Faces do Subúrbio, militante político e líder comunitário. O documentário mostra, através destes dois jovens, a dura realidade dos arredores de Recife – um retrato que vale para muitas outras cidades brasileiras – e as diferentes formas encontradas por eles para sobreviver ante os… Leia a sinopse na íntegra.

Ficha Técnica

Direção: Paulo Caldas e Marcelo Luna
Produção: Clélia Bessa, Luís Vidal, João Júnior e Danniella Hoover
Fotografia: André Horta
Trilha Sonora: Helber Faces do Subúrbio e Racionais MCs

Anúncios

08 de Abril – FALA TU

abril 7, 2010

Nesta quinta-feira, dia 08 de Abril.

Na sede da Embaixada Copa Lord, na Rua General Vieira da Rosa, 141, Monte Serrat, Centro.

A partir das 18h30min.

Sinopse:

Macarrão, 33 anos, apontador do jogo do bicho, duas filhas, morador do morro do Zinco e torcedor do Fluminense. Toghum, 32 anos, vendedor de produtos esotéricos, budista e morador de Cavalcante. Combatente, 21 anos, moradora de Vigário Geral, frequentadora da Igreja do Santo Daime e operadora de telemarketing. Durante 9 meses, entre 2002 e 2003, uma equipe filmou o dia-a-dia destes três cariocas da Zona Norte, que batalham e sonham em fazer da sua música, o rap, o seu ganha-pão. O resultado é uma crônica composta pelo cotidiano, letras e dramas deste três personagens.

Ficha Técnica:

Título original: Fala Tu
Gênero: Documentário
Duração: 74 min.
Lançamento (Brasil): 2004
Distribuição: Riofilme
Direção: Guilherme Coelho
Roteiro: Nathaniel Leclery
Produção: Mauricio Andrade Ramos, Mano Tales, Nathaniel Leclery e Guilherme Coelho
Co-produção: Matizar e VideoFilmes
Fotografia: Alberto Bellezia
Som: Leandro Lima
Montagem: Márcia Watzl


Lançamento Cine Maciço

março 22, 2010

O cinema hoje é um entretenimento caro. As salas de cinema se concentram nos shoppings e a locação de filmes é impensável para quem vive na periferia. Pensando na democratização do acesso ao audiovisual, a ampliação do circuito não-comercial de exibição e o fomento ao pensamento crítico, o Ministério da Cultura inaugura nesta quinta-feira, dia 25, o Cine Maciço, em Florianópolis.

Uma iniciativa da Cinemateca Catarinense em parceria com o Funcine – Fundo Municipal de Cinema de Florianópolis e a Fundação Franklin Cascaes e a CUFA – Central Única das Favelas, o Cine Maciço é composto por exibições semanais no entorno do Maciço do Morro da Cruz.

Em Florianópolis o Centro Cultural Escrava Anastácia, no Monte Serrat, será o responsável pela organização das exibições semanais, que pretendem até o fim de 2011 alcançar um público estimado em 20 mil espectadores, entre jovens, crianças e adultos.

“Levaremos filmes da Programadora Brasil, um catálogo com mais de 400 filmes nacionais de todas as épocas, além de elaborar com a própria comunidade uma lista de obras que eles mesmos gostariam de assistir”, explica Lina Lavoratti, produtora do cineclube.

Para o lançamento foi escolhido simbolicamente o documentário “Maciço”, do cineasta catarinense Pedro MC, longa metragem contemplado no Edital Catarinense de Cinema, que trata justamente do tema da moradia e da cultura no mais denso enclave urbano da ilha.

“Será a primeira exibição, depois de um ano em cartaz no circuito não-comercial, numa das próprias comunidades em que o documentário foi filmado”, diz o diretor, que espera em torno de 400 espectadores na sessão gratuita seguida de debate com convidados.

Jovens músicos da comunidade irão se apresentar depois da exibição, que será realizada na sede da escola de samba Embaixada Copa Lord, na Rua General Vieira da Rosa, 141, no Monte Serrat, a partir das 18h30.

Serviço

O QUE: Cine Maciço
QUANDO: Quinta-feira, 25 de Março, a partir das 18h30
ONDE: Embaixada Copa Lord, Rua General Vieira da Rosa, 141, Centro
CONTATOS:  Website: www.cinemocoto.wordpress.com
Lina Lavoratti / 9639.4505 / linalavoratti@yahoo.com.br
Pedro MC / 9905.0747 / pedromc77@gmail.com
Fábia Hafermann / 8405.4997 / fahafermann@yahoo.com.br
Cinemateca Catarinense / 3234.7239
Centro Cultural Escrava Anastácia / 3224.1151

“Com a concentração de salas comerciais de cinema em apenas 8% do território nacional e a quantidade muito reduzida de obras audiovisuais brasileiras na TV, a maioria dos filmes produzidos no país permanecem inéditos para grande parte de sua população.

Norteado por demandas apresentadas em diálogos com a sociedade civil, o Ministério da Cultura, sob orientação do Programa Mais Cultura, promove a ação Cine Mais Cultura. Através de editais e parcerias diretas, a iniciativa disponibiliza equipamento audiovisual de projeção digital, obras brasileiras do catálogo da Programadora Brasil e oficina de capacitação cineclubista, atendendo prioritariamente periferias de grandes centros urbanos e municípios, de acordo com os indicadores utilizados pelo Programa Territórios da Cidadania.

Os editais têm como foco pessoas jurídicas sem fins lucrativos e, conforme seus objetos, visam contemplar entidades tais como bibliotecas comunitárias, pontos de cultura, associações de moradores ou até mesmo escolas e universidades da rede pública bem como prefeituras, sempre com o objetivo de favorecer o encontro e a integração do público brasileiro com a produção audiovisual de seu país.

Além de contribuir para a formação de platéias e o fomento do pensamento crítico, tendo como principal base obras audiovisuais brasileiras, o Cine Mais Cultura inaugura o Circuito Brasil, primeiro banco de dados habilitado a contabilizar o público do circuito não-comercial do país, capaz de emitir relatórios por filme, por unidade da federação, entre outros recortes.”

Trecho retirado do site: www.cinemaiscultura.org